Notícias

AMPLIAÇÃO DE CORRESPONDENTES PELO BB TRAZ INSEGURANÇA E PREJUÍZO À CATEGORIA

O Banco do Brasil anunciou uma parceria com o Banco Lemon que amplia a terceirização de serviços bancários. A intenção do BB é ampliar sua rede de correspondentes bancários em 70%, o que corresponde a 6.500 pontos instalados em 1.500 municípios.

A medida é criticada pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo. "Os Coban, modo como são conhecidos os correspondentes bancários, não são alternativa de atendimento, mas uma imposição dessa modalidade pelo Banco do Brasil aos clientes de menor renda, que deveriam ter a opção de escolha entre o atendimento na agência ou no correspondente", afirma o funcionário do BB e diretor do Sindicato Ernesto Izumi.

"Hoje é comum ver nas agências funcionários que impedem a entrada de clientes, obrigando-os a se dirigirem aos Cobans ou ao auto-atendimento", conta Ernesto.

Outro problema para os trabalhadores e clientes atendidos nos correspondentes bancários, incluindo beneficiários do INSS que passarão a ser atendidos também pelo Banco Lemon, é a falta de sistemas de segurança como portas-giratórias e vigilantes.

O Coban também é uma ameaça aos bancários na medida em que os bancos substituem mão-de-obra bancária por empregados que recebem salários menores para executar serviços de banco.

O Sindicato elaborou dossiê com mais de mil páginas denunciando fraudes, irregularidades promovidas por empresas que prestam serviços a bancos e ações movidas por entidades sindicais. Toda a documentação foi entregue ao Ministério do Trabalho e Emprego.

"Vamos continuar a luta até que o Banco Central cumpra seu papel de fiscalização e regulação e impeça a instalação indiscriminada dos correspondentes bancários. Também vamos cobrar o BB, que fez um acordo que prejudica o emprego dos funcionários e precariza o atendimento à sociedade", completa Ernesto Izumi.

Fonte: Carlos Fernandes – Seeb São Paulo

Veja outras notícias

Advogada alerta para regras de transição

Após a Reforma da Previdenciária de 2019, que à época retirou direitos fundamentais de mais de 100 milhões de brasileiros(as, quem já estava no mercado de trabalho e perto de se aposentar pode utilizar uma das quatro Regras de Transição para se aposentar, como explica...

Funcef ataca democracia ao descumprir edital de eleição

Decisão temerária e sem transparência para reabrir inscrições de candidatos macula o processo A Fundação dos Economiários Federais (Funcef), que administra os fundos de previdência das empregadas e empregados da Caixa Econômica Federal, sem apresentar qualquer...

COE Santander conquista avanços para os Gerentes Empresas

Processo de negociação sobre Multicanalidade Santander ainda vai continuar para beneficiar todos os trabalhadores da rede de agências A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander saiu da reunião com a direção do banco, nesta quinta-feira (22), com...