Notícias

Bancários da Torre Santander apontam suas prioridades na Consulta Nacional

Dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores do Ramo Financeiro de São Paulo, Osasco e Região visitaram nesta quarta-feira 19 a matriz do Santander no Brasil para distribuir a Consulta Nacional dos Bancários e incentiva-los a responder o levantamento, que pode ser respondido também online.

“Nesta semana observamos uma maior participação de bancários na consulta, tanto no seu formato impresso como no virtual. Novamente enfatizamos a importância de participar da consulta, porque embora em 2023 não haverá Campanha Nacional, a consulta indica caminhos para avanços nas pautas permanentes em discussão com os bancos, como igualdade de oportunidade, saúde e segurança.”

Wanessa de Queiroz, coordenadora da Comissão de Organização dos Empregados do Santander

A Convenção Coletiva de Trabalho e os acordos coletivos de trabalho (específicos de bancos) foram renovados na Campanha Nacional de 2022, com validade até 31 de agosto de 2024. Por esta razão em 2023 não haverá campanha para a renovação dos instrumentos.

Os bancários, contudo, poderão opinar por meio da Consulta sobre temas que os impactam nos locais de trabalho, como igualdade salarial entre homens e mulheres; financiamento da luta para a manutenção de direitos; cobrança e elaboração de metas; e adoecimento e uso de medicamentos por conta do ambiente de trabalho.

Novo Canal de Denúncias

O contínuo assédio moral decorrente das cobranças abusivas por metas motivou o Sindicato e desenvolver um novo  Canal de Denúncias que recebe queixas sobre assédios, desrespeito aos direitos e falta de condições de trabalho, garantindo de forma sigilosa a apuração, o acompanhamento e o retorno de cada caso.

Temas gerais da Consulta

Os trabalhadores também poderão opinar na Consulta Nacional sobre questões que os afetam em suas vidas, como a taxa Selic; mandato do atual presidente do Banco Central; isenção de imposto de renda sobre salários; ampliação da faixa de isenção de IR sobre a PLR; e cobrança de imposto sobre grandes fortunas.

Conferências

As respostas da consulta serão compiladas e se somarão às resoluções das conferências estaduais e regionais, além daquelas definidas nos encontros nacionais específicos dos trabalhadores de bancos públicos e de bancos privados, para serem debatidas na Conferência Nacional dos Bancários, que será realizada entre os dias 4 e 8 de agosto, e terá como principal tarefa a definição da pauta de reivindicações da categoria.

“Por isso é importante que os trabalhadores participem da consulta. Pois os debates nas mesas temáticas continuam, como na defesa do emprego, por melhores condições de trabalho, no combate ao assédio moral, saúde e outros”, reforça Wanessa.

FONTE: SP BANCÁRIOS

Veja outras notícias

Bancários vão começar a mobilização para a Campanha Nacional

Organização e agitação pelas entidades e participação da categoria são fundamentais A data-base dos reajustes salariais, vales refeição e alimentação, valores da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e tantos outros direitos previstos na Convenção Coletiva de...

Eleições Cassi: Contraf-CUT apoia chapas 6 e 33

Entidade apoia fortalecimento da representação de associados dentro da caixa de assistência A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) declarou apoio às chapas 6 e 33 nas eleições na Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do...