Notícias

BANCÁRIOS ENTREGAM PAUTA AO BRADESCO E COBRAM NEGOCIAÇÕES EFETIVAS

                                          Movimento sindical critica enrolação do banco "" 


Nesta terça-feira (23), em reunião realizada na sede do banco, na Cidade de Deus, foi entregue a minuta da pauta de reivindicações específicas dos funcionários do banco. A pauta foi definida pela COE do Bradesco no Encontro Nacional dos Funcionários de Bancos Privados, organizado pela Contraf-CUT, entre os dias 26 e 27 de maio, em São Paulo. O documento foi entregue por representantes do movimento sindical à diretora de Recursos Humanos do banco, Glaucimar Peticov.


O representante dos bancários gaúchos na reunião, Mauro Mânica, destaca que os dirigentes sindicais cobraram efetividade na resolução das demandas específicas dos trabalhadores da instituição. "Os mesmos problemas se repetem sem que o Banco tome qualquer iniciativa. As negociações não podem apenas seguir uma agenda de reuniões sem resultados concretos para a melhoria das condições de trabalho dos bancários. Também há questões financeiras importantes como o pagamento de auxílio-educação. O Bradesco é a única instituição que ainda não concede este benefício, reivindicado há muito tempo pelo movimento sindical”, avalia o sindicalista.

A primeira negociação foi marcada para o dia 16 de julho e vai abordar os seguintes temas:

Reabilitação Profissional – Esse tema já foi motivo de debates em outras campanhas de valorização dos funcionários e trata do retorno do trabalhador adoentado para o local de trabalho;

Parcelamento de Férias – A reivindicação dos funcionários é de que após o retorno das férias, o salário seja pago integralmente e descontado em parcelas mensais sem juros;

Saúde e Condições dos Locais de Trabalho – Nesse item será discutido o combate ao assédio moral, o cerceamento no atendimento bancário, as metas abusivas e o novo reenquadramento nas contas "exclusive" no qual os bancários têm metas diárias, acumulando com outros serviços.

Outros pontos da pauta de reivindicações como emprego, mais contratações, auxílio educação (que é o único banco que ainda não paga), PCCS, Plano de Saúde entre outros, serão negociados em uma segunda rodada.

Dia Nacional de Luta

Nesta terça, os bancários realizaram um Dia Nacional de Luta com manifestações em todo o País, dando início a mobilização da Campanha Nacional 2015 e também para pressionar o banco nas negociações da Pauta Específica.

*Rede de Comunicação dos Bancários 

 

Veja outras notícias

Bancários organizam Dia Nacional de Luta Menos Metas Mais Saúde

Categoria realizará manifestações nas ruas e nas redes sociais para reivindicar o fim de cobrança excessiva de metas O movimento sindical bancário organiza, em todo o país, ações para o "Dia Nacional de Luta #MenosMetasMaisSaúde", para o dia 24 de julho. O objetivo é...

COE Bradesco entrega minuta de reivindicações dos bancários

Documento aborda temas cruciais como a manutenção dos empregos, segurança das agências e contratação da remuneração total dos trabalhadores A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco entregou, na manhã desta sexta-feira (19), a minuta de reivindicações...