Notícias

BANCÁRIOS GAÚCHOS PROPÕEM ESTRATÉGIA DE CAMPANHA E 15,29% DE REAJUSTES

Propostas serão encaminhadas à Conferência Nacional dos Bancários, que ocorre de 17 a 19 de julho, em São Paulo

Para a maioria dos delegados e delegadas que participaram neste sábado da Conferência Estadual dos Trabalhadores do Ramo Financeiro, a estratégia de unificação da categoria bancária nas últimas campanhas salariais tem fortalecido o processo de negociação das reivindicações. Por isso, a estratégia aprovada pelos gaúchos para 2009 mantém a mesma lógica.

Entretanto, na avaliação dos bancários, apenas com a mesa única junto à Fenaban, surgiu um tensionamento dos funcionários dos bancos públicos, que é o setor mais mobilizado e por conseqüência, teria uma capacidade maior de avançar em suas questões específicas. Por isso, o texto aprovado prevê a mesa unificada com a Fenaban, mas com mesas específicas concomitantes nos bancos públicos.

"É preciso avançar mais. É necessário construir uma convenção coletiva para todos os bancários, assinando apenas acordos aditivos com cláusulas mais vantajosas nos bancos públicos. Não podemos continuar negociando as questões gerais da categoria em uma única mesa da Fenaban e depois assinar acordos separados com o Banco do Brasil, Caixa e Banrisul", destacam os bancários na estratégia.

Reajuste

O índice aprovado pelo plenário da Conferência Estadual, de 15,29%, foi composto pelas perdas acumuladas nas negociações com a Fenaban desde 1994 (5,7%); pela previsão da inflação acumulada no período (4,5%) e de um aumento relacionado à produtividade dos bancos de cerca de 5%.

*Marisane Pereira/Assessoria de Imprensa Feeb-RS

Veja outras notícias

COE Bradesco debate reestruturação no banco

Movimento sindical está preocupado com os rumos da instituição financeira A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco se reuniu, na tarde de terça-feira (20), na sede da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), em São...