Notícias

CAIXA NÃO AVANÇA NAS NEGOCIAÇÕES ESPECÍFICAS E FRUSTA EMPREGADOS

Comando Nacional considera proposta insatisfatória da Caixa

A Caixa Econômica Federal, durante negociação realizada nesta quinta-feira, 21 de setembro, com o Comando Nacional dos Bancários, coordenado pela Contraf-CUT, apresentou uma proposta insatisfatória às reivindicações dos empregados.

Contrariando a expectativa dos trabalhadores, não houve avanços nas questões específicas debatidas e deliberadas pelos trabalhadores durante o 27º Conecef (Congresso Nacional dos Empregados da Caixa) como isonomia, contratação de pessoal e questões relativas à Funcef como a incorporação do REB ao novo plano, o fim da discriminação dos trabalhadores do REG/Replan não saldado. O Comando Nacional, assessorado pela Comissão Executiva de Empregados (CEE/Caixa), voltou a cobrar solução para estes problemas.

O banco afirmou que seguirá a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) dos bancários, negociada pelo Comando Nacional na mesa geral com a Fenaban.

Para Plínio Pavão, secretário de Saúde do Trabalhador da Contraf-CUT, que acompanha as negociações com a empresa, o banco precisa apresentar um proposta melhor. "Esperamos muito mais da negociação específica com a Caixa. Há itens importantes para os empregados em discussão e é necessário avançar mais para que, juntamente com a negociação com a Fenaban, tenhamos um bom acordo para os empregados", sustenta.

Segundo o coordenador da CEE/Caixa, Jair Pedro Ferreira, a melhor resposta ao posicionamento da empresa é a mobilização dos trabalhadores para forçar a Caixa a avançar nas negociações e contemplar às reivindicações dos trabalhadores.

O Comando Nacional orienta os trabalhadores a participarem das assembleias convocadas para esta quinta-feira, 22 de setembro, para rejeitar as propostas dos bancos e aprovar o indicativo de greve para 27 de setembro.

Outros pontos da negociação:

PLR Social
Os representantes dos empregados cobraram da Caixa a manutenção da PLR Social, conquista obtida na campanha salarial do ano passado. A empresa informou que está fazendo estudos sobre esta questão.

Saúde Caixa
O Comando Nacional dos Bancários reivindicou ainda melhoria no atendimento do plano de saúde. O coordenador da CEE/Caixa disse que é preciso apresentar solução para o superávit do Saúde Caixa, utilizando os recursos para melhorar a qualidade da assistência médica dos empregados. A empresa ficou de levar propostas a estas reivindicações para serem debatidas no GT Saúde do Trabalhador.

Promoção por Mérito
A Caixa garantiu a realização da promoção em 2012 e a manutenção da comissão paritária para definição dos critérios.

Cipas
A Caixa concordou com a participação das entidades sindicais nos cursos de Cipa e na elaboração das SIPATs (Semanas Internas de Prevenção de Acidentes de Trabalho).

Fonte: Contraf-CUT, com Fenae

Veja outras notícias

Itaú: vacinação contra a gripe começa na segunda 15

O Itaú dará início a sua campanha de vacinação contra a gripe na segunda-feira 15, com data de encerramento prevista para o dia 26 nos polos administrativos de São Paulo, e dia 30 nas agências/clínicas conveniadas. No dia 27, no Ceic, haverá uma ação para reforçar a...

Contraf-CUT realiza 4º Seminário Jurídico Nacional

Evento ocorrerá na sede da entidade, em São Paulo, nos dias 23 e 24 de abril, com participação do ministro do Trabalho, Luiz Marinho A Secretaria de Assuntos Jurídicos da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) realiza, nos dias 23 e...

Santander divulga calendário de vacinação

Ação faz parte de pauta permanente do movimento sindical, como elemento central na promoção da saúde A campanha de vacinação contra a gripe para todos os funcionários do Santander começa na segunda-feira (15). A vacina oferecida na campanha é a Quadrivalente,...