Notícias

CAIXA NÃO TOMA MEDIDAS PARA DIMINUIR IDAS ÀS AGÊNCIAS

Unidades continuam lotadas, com pessoas querendo resolver pendências que não são feitas no banco, e direção não promove campanha para evitar as aglomerações. Para piorar ainda determinou abertura das agências neste feriado de terça 21 e no sábado 25

""

 

As agências da Caixa continuam lotadas e a direção do banco público não toma providências para evitar as aglomerações, que põem em risco a vida dos empregados e da população, devido ao grande risco de contágio pelo coronavírus.

O dirigente da Apcef e Fetec-SP e empregado da Caixa, Leonardo Quadros, destaca que a Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE-Caixa) já apresentou ao banco propostas como o pré-agendamento, organização de filas fora das unidades com respeito do espaçamento necessário entre as pessoas, e a realização de uma campanha massiva junto à população alertando quais os canais digitais indicados para solicitar o auxílio emergencial.

Em vídeo gravado em frente a uma das agências lotadas do banco, na manhã desta segunda-feira 20, o dirigente destaca ainda que a ida das pessoas ao banco ainda é desnecessária, uma vez que vão na tentativa de se cadastrarem ou resolverem pendências em relação ao auxílio emergencial que não são resolvidas nas agências do banco.

Auxílio emergencial: não vá para a agência da Caixa sem necessidade

Para piorar a situação, denuncia Leonardo, a direção ainda comunicou nesta segunda que as agências abrirão neste feriado de terça-feira 21 e no próximo sábado, dia 25. “É uma medida inóqua, uma vez que as pessoas estão procurando o banco para resolver problemas que não são resolvidos aqui. A Caixa tem que fazer uma campanha massiva orientando as pessoas”, reforça ele.

A CEE-Caixa continua pressionando o banco para que tome as medidas urgentes de proteção da saúde e da vida dos empregados e usuários.

 

FONTE: SP BANCÁRIOS

Veja outras notícias

Prévia do PIB encolhe 0,15% em agosto, indica Banco Central

Variação negativa do IBC-Br interrompe a série de altas e mostra atividade econômica novamente abaixo do período pré-pandemia O IBC-Br (Índice de Atividade Econômica), conhecido por sinalizar uma prévia do PIB (Produto Interno Bruto), encolheu 0,15% em agosto, na...

Links Úteis

DIEESE

APCEF

FBSS

CONCAF

PREVI

FENAE

FUNCEF

CASSI

FETRAFI

ÍNDICES

%d blogueiros gostam disto: