Notícias

Câmara dos Deputados presta homenagem à Fenae

Sessão Solene ocorreu na sexta (2) e contou com a participação de parlamentares e lideranças sindicais e associativas

A Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) foi homenageada na sexta-feira (2) pela Câmara dos Deputados, durante sessão solene no Plenário Ulysses Guimarães. A homenagem, que marcou o aniversário de 52 anos da entidade, transcorrido no dia 29 de maio, foi requerida e presidida pela bancária da Caixa e deputada Érika Kokay (PT/DF).

A sessão solene contou com a participação de dirigentes da Fenae, de Associações do Pessoal da Caixa (Apcefs), da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), da Central Única dos Trabalhadores (CUT), de sindicatos e federações de bancários, da Associação Nacional dos Participantes das Entidades de Previdência Complementar (Anapar), de entidades representativas dos empregados da Caixa e dirigentes da Fundação dos Economiários Federais (Funcef).

Antes dos pronunciamentos, foi exibido vídeo institucional da Federação. Em seguida, a deputada Erika Kokay leu o discurso do presidente da Casa, Artur Lira, em que destaca a atuação da Fenae, como entidade forte e representativa na defesa do banco públicos e dos seus trabalhadores, compromisso com a cidadania e democracia.

O presidente da Fenae, Sergio Takemoto, agradeceu à deputada pela iniciativa da homenagem. O dirigente iniciou sua fala ressaltando que é uma grande responsabilidade presidir a Federação e que a entidade influenciou na sua formação não só como militante social, mas como pessoa. “Tive o privilégio, com a Fenae, de participar de lutas como pela jornada de 6 horas e o reconhecimento como bancário. Outra luta foi a incorporação dos 110 demitidos no governo Collor”.

Takemoto disse ainda que a Fenae não apoia apenas a organização sindical e dos trabalhadores. “A Fenae luta pelo desenvolvimento social, pela melhoria da qualidade de vida e promoção do bem-estar dos empregados da Caixa. A luta por uma sociedade mais justa e solidária é o grande papel da nossa federação”, acrescentou.

Erika Kokay relatou a atuação plural da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa. “A Fenae vai se ressignificando, a Fenae de hoje não é a mesma de sua origem. Lembro do primeiro Conecef (Congresso Nacional dos Empregados da Caixa), quando lutávamos para ter direito à sindicalização, ter direito à jornada de 6 horas, uma das mais belas lutas de uma categoria. Aqui mesmo nesse plenário, tivemos a vitória de que os empregados da Caixa passariam a ter direito à sindicalização e o reconhecimento como bancário”, lembrou.

Para a parlamentar, a entidade tem sido o baluarte na construção das lutas do movimento dos empregados da Caixa. “Vamos contar sempre com a resistência e a luta da Fenae”, disse.

O secretário para Assuntos Jurídicos da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Valeir Ertle, destacou a atuação da Federação nos embates para manter a Caixa pública. “A Fenae e demais entidades representativas realizaram campanhas fortes para manter esse patrimônio de todos os brasileiros”.

A diretora executiva da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Eliana Brasil, enfatizou a importância da parceria com a Fenae na organização da categoria bancária e na conquista de direitos. “A Fenae tem em seu DNA a defesa da Caixa e dos seus empregados, é também lazer, esporte, educação, cultura, democracia e responsabilidade social. Parabéns Fenae pelos seus 52 anos de lutas e conquistas”.

Sergio Mendonça, vice-presidente de Gestão de Pessoas da Caixa, representou a presidenta do banco, Maria Rita Serrano. Ele enfatizou o papel político, cultural, esportivo e social da Federação. “Entidade importante no apoio ao movimento sindical brasileiro. Em todas as conquistas da categoria bancária esteve junto com sindicatos e federações. O mais importante é a defesa da Caixa 100% pública, um instrumento muito importante na promoção de desenvolvimento econômico da sociedade brasileira. Vimos a atuação da Caixa e dos empregados no pagamento do Auxílio Emergencial. O que teria sido do país senão fosse a atuação estratégica da Caixa”, disse Mendonça.

O presidente da Funcef, Ricardo Pontes, destacou a atuação da Fenae na construção da Fundação do Economiários Federais. “O papel da Fenae é de grande relevância na atuação para importantes avanços na Funcef, pois só é possível alcançar o crescimento patrimonial e melhorar os benefícios, com a presença dos participantes na gestão e a atuação das entidades representativas. Só foi possível a Funcef se tornar essa grande instituição sendo parceira da Fenae, desde o dia de sua criação, há 45 anos”.

O presidente da Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Apcef) do Distrito Federal e presidente do Conselho Deliberativo Nacional da Fenae, José Herculano do Nascimento, agradeceu o apoio da Federação às Apcefs. “A Fenae é uma grande instituição e tem sido uma grande parceira das Apcefs. Me sinto honrado em representar todos os colegas presidentes de Apcefs. Vida longa para Fenae”, comemorou.

A Fenae

A Fenae foi criada em 29 de maio de 1971, durante o 6º Congresso Nacional das Associações Estaduais, com base no propósito de servir ao bem-estar dos empregados da Caixa e em defesa do banco público e social.

Em sua trajetória, esteve por trás de muitas conquistas importantes dos trabalhadores, como a jornada das 6 horas, reintegração dos demitidos no governo Collor, criação da Funcef, direitos obtidos na mesa unificada de negociações da Campanha Nacional dos Bancários, Saúde Caixa, PLR e PLR Social, entre muitas outras.

A defesa da Caixa como banco público e de caráter social é uma pauta permanente na agenda da Fenae, que tem mobilizado não só os trabalhadores da empresa, mas também toda a sociedade para defender o patrimônio dos brasileiros. A atuação da Federação, com esse objetivo, tem se dado no Congresso Nacional e nas diversas campanhas em âmbito nacional para alertar os brasileiros sobre os prejuízos que a privatização banco público acarretaria para o país.

A Federação, além de atuar em prol do bem-estar dos funcionários do banco com a disponibilidade de esportes e cultura, faz parcerias importantes com os movimentos sociais, especialmente, em defesa da casa própria. Com isso, a entidade, é sem dúvida, a maior referência do movimento nacional associativo dos empregados da Caixa, atuando em conjunto com as Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Apcefs).

Atualmente, entre as suas diversas ações, destacam-se projetos como os Jogos da Fenae, o concurso cultural Talentos Fenae Apcef, a plataforma EAD Rede do Conhecimento, Inspira Fenae (evento de troca de experiências profissionais e pessoais), Movimento Solidário (programa de responsabilidade social), #ProntoFalei (evento idealizado para os empregados mais jovens do banco) e o apoio as programações sociais e de lazer nas Apcefs.

Fonte: Fenae

Veja outras notícias

Bancários organizam Dia Nacional de Luta Menos Metas Mais Saúde

Categoria realizará manifestações nas ruas e nas redes sociais para reivindicar o fim de cobrança excessiva de metas O movimento sindical bancário organiza, em todo o país, ações para o "Dia Nacional de Luta #MenosMetasMaisSaúde", para o dia 24 de julho. O objetivo é...

COE Bradesco entrega minuta de reivindicações dos bancários

Documento aborda temas cruciais como a manutenção dos empregos, segurança das agências e contratação da remuneração total dos trabalhadores A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco entregou, na manhã desta sexta-feira (19), a minuta de reivindicações...