Notícias

CORONAVÍRUS: E-MAIL DO SANTANDER GERA DESINFORMAÇÃO

Comunicado enviado a parte dos bancários dá orientações sobre afastamentos por causa da pandemia de covid-19; Sindicato cobra que a mensagem seja direcionada a todos os trabalhadores a fim de evitar maus entendidos

""

Um comunicado interno do Santander orientando os trabalhadores do grupo de risco a se manterem isolamento por causa da pandemia de coronavírus (covid-19) foi enviado apenas a uma parcela dos bancários, causando desinformação. 

Faça a sua sindicalização e fortaleça a luta em defesa dos direitos dos bancários
​> Assine o boletim eletrônico com notícias específicas do Santander

A mensagem oficializa procedimentos, pedindo que os trabalhadores do grupo de risco permaneçam “em isolamento domiciliar durante o período de grande circulação do vírus em nosso país”. O comunicado está de acordo com o que já vem sendo praticado nas últimas semanas. 

O comunicado informa, ainda, que os trabalhadores inseridos no grupo de risco têm alternativas:  trabalhar em home office, sem alternar para trabalho presencial em esquemas de rodízio. O comunicado ressalta que, para esta opção, “é fundamental o alinhamento com o seu gestor”.

Para as demais situações que justifiquem ausência, os bancários deverão preencher uma auto declaração, envia-la para o Fale com RH, ou ligar para (11) 3012-2881, para que o procedimento de justificativa de ausência seja efetuado. 

O problema é que o banco enviou o comunicado apenas para uma parcela dos trabalhadores. Os critérios de envio não ficaram claros, e o recebimento da mensagem não garante se o trabalhador está ou não inserido no grupo de risco. 

As pessoas que se enquadram em algum dos critérios de risco, mesmo que não tenham recebido o e-mail, devem seguir os procedimentos estabelecidos pelo comunicado. 

São consideradas grupo de risco as pessoas com 60 anos ou mais (com ou sem doenças crônicas); Hipertensos; Diabéticos; Doentes pulmonares graves (asma e bronquites graves, DPOC e dependentes de oxigênio); Deficiências do sistema imune (HIV, Lúpus, tratamento de Câncer, Esclerose Múltipla, dentre outros); Doenças renais crônicos (Insuficiência Renal, tratamento de diálise); Gestantes.

O comunicado informa ainda que no “primeiro momento haverá concessão de férias por até 30 dias, baseado na Medida Provisória 927/2020”. 

O Sindicato é contra a implementação dessa Medida Provisória. Contudo, o banco já a implementou, sem negociação prévia com os representantes dos trabalhadores.

> Coronavírus: bancários cobram mais proteção para a categoria

“O Sindicato cobrou do banco, na última sexta-feira 24, que mensagem seja enviada a todos os trabalhadores a fim de orienta-los e para evitar maus entendidos”, informa Welington Corrêa, dirigente sindical e bancário do Santander.

 

FONTE: SP BANCÁRIOS

Veja outras notícias

Assembleia aprova projeto que congela investimentos no RS por 10 anos

PLC era uma das últimas exigências para adesão do Estado ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF) A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou nesta terça-feira (17), por 32 votos a 13, o PLC 48/2022, que altera a lei estadual do teto de gastos para limitar o...

COE e Bradesco negociam retorno ao trabalho presencial

Funcionários devem voltar até o dia 6 de junho; ACT de Teletrabalho passa a valer a partir de segunda-feira (23) A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco se reuniu com a direção do banco nesta terça-feira (17) para debater o retorno ao trabalho...

%d blogueiros gostam disto: