Notícias

Curso aborda vigilância e atenção à saúde do trabalhador no ramo financeiro

Evento promoveu reflexão sobre os desafios enfrentados no ambiente bancário e a importância da saúde física e mental nesse contexto

A segunda aula do Curso de Vigilância e Atenção à Saúde dos Trabalhadores trouxe como tema central a saúde no contexto do trabalho bancário. Ministrada pelo psicólogo André Guerra, doutor e mestre em Psicologia Social e Institucional, a aula foi realizada no auditório da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), em São Paulo, nesta quinta-feira (29).

O evento promoveu uma reflexão sobre os desafios enfrentados pelos trabalhadores no ambiente bancário e a importância da saúde física e mental nesse contexto. O palestrante destacou a necessidade de uma atenção especial à saúde dos trabalhadores bancários, que estão sujeitos a diversas pressões e demandas no seu dia a dia. Foram abordados temas como estresse, sobrecarga de trabalho, assédio moral e suas consequências para a saúde física e emocional dos profissionais.

“A saúde no contexto do trabalho bancário é uma questão fundamental, pois afeta diretamente a qualidade de vida e o bem-estar dos trabalhadores. É preciso estar atento às condições de trabalho, aos impactos psicossociais e buscar estratégias para promover um ambiente saudável e acolhedor”, afirmou Guerra.

A aula contou também com debates e trocas de experiências entre os participantes, que puderam compartilhar suas vivências e desafios no ambiente de trabalho bancário. “Essa interação assinou um enriquecimento mútuo e a construção de um espaço de reflexão coletiva”, completou o psicólogo.

O curso, promovido pela Contraf-CUT, tem como objetivo capacitar os profissionais para atuar na promoção da saúde e segurança no trabalho, para a melhoria das condições laborais e proteção dos direitos dos trabalhadores. “Com a realização de aulas ministradas por especialistas experientes, o curso busca fornecer conhecimentos atualizados e relevantes para enfrentar os desafios enfrentados pelos trabalhadores em suas atividades laboratoriais”, afirmou Mauro Salles, secretário de Saúde da Contraf-CUT.

“A Contraf-CUT reafirma seu compromisso em promover ações que visem à proteção da saúde e dos direitos dos trabalhadores, fortalecendo a luta por melhores condições de trabalho”, completou Rafael Zanon, secretário de Formação da Contraf-CUT.

O Curso de Vigilância e Atenção à Saúde dos Trabalhadores continua no dia 19 de julho, com a aula “Legislação Pertinente à Saúde do Trabalhador, e no dia 23 de agosto, com o módulo “Organizando a ação”, que serão online. Os alunos voltam presencialmente a São Paulo nos dias 19 e 20 de outubro, para as duas últimas aulas, “Vigilância em Ação” e “Acolhimento dos Trabalhadores”.

FONTE: CONTRAF

Veja outras notícias

Trabalhadores entregam reivindicações aos bancos

Encontro marca início da Campanha Nacional de 2024 para a renovação da Convenção Coletiva da categoria; Trabalhadores do BB e da Caixa também entregaram minutas específicas de renovação de acordos coletivos   O Comando Nacional dos Bancários, que representa as...

Bancários iniciam campanha de negociação salarial

Atos em todo o país mostram que 'perrengues' da categoria unificam luta por aumento real e direitos; em São Paulo, também houve manifestação contra juros altos Com o lema #ASuaLutaNosConecta, sindicatos de bancárias e bancários de todo o país foram às ruas, nesta...