Notícias

EXCESSO DE TRABALHO NA CAIXA É DEBATIDO EM REUNIÃO COM SUPERINTENDÊNCIA

A sobrecarga de trabalho na Caixa voltou a ser debatida nesta quinta-feira, durante reunião com a Superintendência do Norte Gaúcho, em Passo Fundo. No encontro, representantes da Feeb/RS, sindicatos filiados e Apcef/RS, relataram problemas enfrentados pelos empregados com a substituição dos caixas de retaguarda, antigos terceirizados da empresa. Clique aqui para acessar a galeria de imagens da reunião!

Após o desligamento dos terceirizados o trabalho foi transferido para os Caixa/PV . Com isso, as baterias de caixas foram unificadas, gerando sobrecarga de trabalho e a extrapolação da jornada de trabalho em alguns casos. A Federação dos Bancários RS então sugeriu a criação de Comissões Paritárias específicas, integradas por representantes da Caixa e dos movimentos sindical e associativo para análise do processo de unificação, a fim de buscar alternativas para evitar o excesso de trabalho dos caixas.

O superintendente eventual, Airton José Echer, abordou os pontos que ainda geram impacto na unificação dos caixas, entre eles a falta de experiência dos empregados que assumiram a nova função. Segundo ele, o processo está sendo bem administrado pela SR e as horas extras estão sendo compensadas ou pagas pela empresa.

Os representantes dos sindicatos relataram irregularidades ocorridas em agências de suas bases, entre elas a redução dos horários de intervalos para apenas 10 min sob pressão da chefia; falta de empregados; acúmulo de serviço; jornada acima de 8h diárias e desvios de função. Segundo os sindicalistas, todos estes problemas são acentuados pela falta de empregados.

Os representantes da Caixa alegaram que a SR está sempre aberta a sugestões e que preza o respeito ao sempregados. Eles admitiram que o ritmo de trabalho está acelerado em função do Programa Minha Casa, Minha Vida, mas isto não justifica o descumprimento da legislação trabalhista.

"Diante deste quadro de sobrecarga de trabalho há um risco muito grande de adoecimento. Precisamos encontrar uma solução negociada com a Caixa para resolver o problema e evitar outros maiores, que são as doenças relacionadas ao trabalho, como as LER/Dort e o sofrimento psíquico", afirma o diretor de Saúde da Feeb/RS, Amaro Souza.

Os representantes da Caixa se comprometeram de repassar os temas debatidos na reunião ao superintendente regional, Ruben Valter Grans e ao Colegiado da Agência para deliberar sobre a criação da Comissão Paritária. A avaliação do SR será encaminhada às entidades sindicais.

Veja quem participou da reunião:

Amaro Silva de Souza – Feeb/RS
Célia Margit Zingler – APCEF/RS
Airton José Echer – Caixa (Superintendente Eventual)
Heliomar Almeida – Caixa
Ivania Maria Sponchiado – SR Norte Gaúcho /Gerente Administrativo)
Bianca Pavin – SR Norte Gaúcho/Assistente Regional)
Dário S. Delauy – Sindicato dos Bancários de Passo Fundo
Paulo C. Kunzler – Sindicato dos Bancários de Passo Fundo
Cladmar R. Vieira – Sindicato dos Bancários de Carazinho
Antonio S. Federici – Sindicato dos Bancários de Carazinho
Carlos H. Niederaurer – Sindicato dos Bancários de Passo Fundo
Idílio Luiz Bonez – Sindicato dos Bancários de Guaporé
Rozeli Goefetto – Sindicato dos Bancários de Erechim
Ricardo L. Muller – Sindicato dos Bancários de Erechim
Nelson A. Fazenda – Sindicato dos Bancários de Passo Fundo

Veja outras notícias

Bancários vão começar a mobilização para a Campanha Nacional

Organização e agitação pelas entidades e participação da categoria são fundamentais A data-base dos reajustes salariais, vales refeição e alimentação, valores da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e tantos outros direitos previstos na Convenção Coletiva de...

Eleições Cassi: Contraf-CUT apoia chapas 6 e 33

Entidade apoia fortalecimento da representação de associados dentro da caixa de assistência A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) declarou apoio às chapas 6 e 33 nas eleições na Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do...