Notícias

FETRAFI-RS APOIA CAMPANHA “TRIBUTAR OS SUPER-RICOSributar os super-ricos”

Iniciativa busca sensibilizar a sociedade sobre medidas tributárias para tirar o país da crise, com taxação de grandes fortunas.

 "" A Fetrafi-RS é uma das entidades que apoiará a campanha nacional "Tributar Super-Ricos”, que tem como objetivo sensibilizar a sociedade para a necessidade de medidas tributárias emergenciais que dêem conta da grave crise econômica do país aprofundada pela pandemia e do histórico problema da distribuição injusta dos tributos no Brasil.

Mais de 50 organizações sociais já aderiram à campanha, entre elas o Instituto Justiça Fiscal, que hospeda a página da iniciativa na internet; a Contraf-CUT, a CUT, sindicatos de bancários e mídias alternativas, como o portal Brasil de Fato e a Rede Soberania. Veja a lista completa. O lançamento oficial será no dia 29 de outubro, às 10 horas.

Cartilha

Entre os principais materiais da campanha está uma cartilha com oito propostas legislativas que podem levar ao aumento da arrecadação fiscal em quase R$ 300 bilhões, tributando apenas as altas rendas e os grandes patrimônios das 0,3% maiores fortunas do país. As propostas também buscam a redução de impostos para os mais pobres e para as pequenas empresas, além de uma melhor distribuição de recursos da União com estados e municípios. 

Calculadora

Além disso, uma calculadora eletrônica simula a redução que cada trabalhador terá no seu imposto de renda caso as medidas sejam implementadas. Também serão divulgados cards, vídeos, textos explicativos e serão realizadas lives sobre o tema da campanha.
 
A ideia é atingir toda a sociedade por meio da intensa divulgação dos materiais com o apoio dos movimentos sociais, sindicatos, estudantes, trabalhadores do meio urbano e rural, pequenos empresários e políticos, para incluir o assunto na pauta do Congresso Nacional. 
 

Links da campanha:

 
*Com informações da Contraf-CUT

 

Veja outras notícias

Banco Central tem expectativa mais pessimista para o PIB de 2021

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga no início de março o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2021, na comparação com 2020, ano com os maiores reflexos da pandemia do novo coronavírus na economia. As estimativas, no...

%d blogueiros gostam disto: