Notícias

FUNCEF APRESENTA BALANÇO COM SUPERÁVIT EM 2020

Segundo a Fundação, resultado vai permitir uma redução de 16,5%, em média, no equacionamento do Reg/Replan Não Saldado

A Funcef apresentou os resultados de 2020 nesta terça-feira (23), com superávit de R$ 2,57 bilhões e uma rentabilidade consolidada de 13,78% da carteira da Fundação, que ultrapassou R$ 80 bilhões. Segundo a Fundação,o resultado vai permitir uma redução de de 16,5%, em média, no equacionamento do Reg/Replan Não Saldado a partir da folha de abril.

De acordo com o balanço das carteiras em geral, a maior rentabilidade foi nos investimentos em renda variável, com 22,14% acima da meta atuarial (10,19%). Mais uma vez o resultado foi puxado pela Vale (Carteira Ativa II), que obteve rentabilidade de 65% no exercício 2020.

Renda fixa foi o segundo melhor resultado, com 11,31% acima da meta. Operações com participantes (Credplan) atingiu 11,25% e investimentos estruturados (como os Fundos de Investimento em Participações), 10,47%.

Abaixo da meta atuarial ficaram os investimentos imobiliários, com 1,75%, e outros investimentos, como o ressarcimento do acordo de leniência com a J&F, ficou em 8,77%.

Resultado dos investimentos por plano

No Reg/Replan Saldado, os investimentos renderam 16,6% frente à meta de 10,19%. 89% da alocação em renda variável (Vale) está neste plano. O Reg/Replan Não Saldado teve rentabilidade de 14,11%.

O Novo Plano CD (ativos), que tem maioria dos investimentos alocados em renda fixa, teve rendimento de 7,45%, portanto, abaixo da meta atuarial. O Novo Plano BD (assistidos) rendeu 10,95% superior à meta.

O REB CD (ativo) também ficou abaixo da meta, com 7,98%. Já o REB BD (assistidos), atingiu rentabilidade de 11,8%.

 

A Fenae vai realizar uma análise mais detalhada do balanço assim que a Funcef disponibilizar os relatórios.

FONTE: FENAE

Veja outras notícias

Assembleia aprova projeto que congela investimentos no RS por 10 anos

PLC era uma das últimas exigências para adesão do Estado ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF) A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou nesta terça-feira (17), por 32 votos a 13, o PLC 48/2022, que altera a lei estadual do teto de gastos para limitar o...

COE e Bradesco negociam retorno ao trabalho presencial

Funcionários devem voltar até o dia 6 de junho; ACT de Teletrabalho passa a valer a partir de segunda-feira (23) A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco se reuniu com a direção do banco nesta terça-feira (17) para debater o retorno ao trabalho...

%d blogueiros gostam disto: