Notícias

FUNCIONÁRIOS COBRAM EMPREGO DIGNO DO SANTANDER

As agências do Santander que funcionam do Centro de Porto Alegre abriram as portas apenas ao meio dia nesta quarta-feira, 23. O atraso no início do expediente de trabalho foi uma forma de protesto contra as atitudes desumanas praticadas pelo banco espanhol. A manifestação faz parte da Jornada Continental de Lutas, promovendo atos nos países da América Latina onde a instituição está presente para cobrar respeito e emprego decente.
Além de reivindicar melhores condições de trabalho, os funcionários do Santander querem dar início às negociações da pauta específica, visando a renovação com avanços do acordo aditivo à convenção coletiva de trabalho, do acordo do Programa de Participação nos Resultados Santander (PPRS) e dos termos de compromisso do Banesprev e Cabesp. A pauta foi entregue no último dia 30 de agosto, mas até o momento o banco não sinalizou com abertura das negociações.

A revolta dos funcionários também é uma consequencia da ganância do Santander. Apesar de ser um dos maiores bancos do mundo, lucrando R$ 5,9 bilhões até setembro deste ano e com um crescimento de 10% ao ano, as demissões são frequentes. Mais de 1.636 postos de trabalho foram fechados nos primeiros nove meses de 2011, enquanto que na Espanha, mesmo com a crise econômica, os postos são preservados.

*Imprensa SindBancários

Veja outras notícias

Eleições da Funcef: Hoje começa a votação

Participantes da ativa e assistidos dos planos de previdência podem votar até sexta-feira (19), mas a orientação é não deixar para a última hora A partir desta terça-feira (16), os participantes dos planos de previdência da Funcef começam a votar para definir quem vai...