Notícias

FUNCIONÁRIOS PÓS-98 PODERÃO PERDER CASSI NA APOSENTADORIA ANTECIPADA

 
A Contraf-CUT alerta aos funcionários empossados no Banco do Brasil depois de 1997 para que fiquem atentos na adesão ao Plano de Aposentadoria Incentivada proposto pelo Banco do Brasil. Embora o público alvo dos funcionários participantes do Previ Futuro seja bem pequeno, estes deverão se informar corretamente sobre o valor do benefício Previ de aposentadoria e das garantias sobre a continuidade do plano de saúde da Cassi.

Os benefícios calculados menores que R$351,12, o que corresponde a 10% uma Parcela Previ do Previ Futuro (P.P.=R$3.511,25) serão pagos em parcela única e com isso o funcionários não terão uma renda mensal de aposentadoria. Ficando sem aposentadoria mensal na Previ, o funcionário não adquire condições de permanecer com a Cassi, conforme o disposto no artigo 3º do Regulamento do Plano de Associados da Cassi. (veja aqui o Regulamento)

Wagner Nascimento, coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do BB, lembra este alerta já foi dado pela Contraf-CUT em mesa de negociação há duas campanhas salariais e que o tema esteve em debate nos Congressos dos Funcionários do BB, realizado no último final de semana. "Esta é uma reivindicação constante nas nossas minutas de 2013 e 2014,mas não houve avanço nas mesas com o Banco do Brasil. Por isso, faz-se necessário discutir urgentemente essa situação. Quem sabe se, com o lançamento desse plano de incentivo, o Banco finalmente perceba a necessidade de discutir seriamente este ponto da nossa minuta de reivindicações", alerta.

Fonte: Contraf-CUT

Veja outras notícias

Funcef: Empregados têm proposta e querem apresentar

Ampla maioria dos participantes rejeita proposta apresentada pela Caixa e pela Funcef e quer participar da construção de uma nova opção que não reduza seus direitos A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), juntamente com a Federação...