Notícias

Hoje (29) é o último dia de votação para o CA da Caixa. Participe!

Segue aberta até 18h desta quinta-feira (29) a votação em primeiro turno para eleger a nova representante das empregadas e dos empregados no Conselho de Administração (CA) da Caixa. Para votar em Fabiana Uehara, que conta com o apoio da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae) e tem compromisso com os interesses das empregadas e dos empregados do banco público, acesse o site eleicaoca.caixa.gov.br/siele. Mas fique atenta ou atento, pois é preciso ainda digitar 0002 na página de votação.

Todas as empregadas e empregados em atividade podem votar, inclusive os que estão em férias, de licença e cedidos. Será eleito o candidato que obtiver mais da metade dos votos válidos. Caso nenhum candidato atinja o quórum, haverá segundo turno entre os dois mais votados, no período de 11 a 14 de março. A divulgação do resultado em primeiro turno está agendada para sexta-feira, dia 1º de março, enquanto a do segundo turno, caso ocorra, será em 15 de março.

A escolha de uma representante das empregadas e dos empregados no CA é uma conquista histórica da categoria, assegurada pela lei 12.353/2010, sancionada pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na Caixa, por exemplo, a primeira vez que uma empregada ou um empregado teve assento no órgão máximo de decisão do banco foi em 2013.

Encarregado de decidir a estratégia de longo prazo da Caixa, levando em conta os impactos decorrentes de suas atividades na sociedade brasileira, o Conselho de Administração é composto por oito membros e apenas um representa as trabalhadoras e os trabalhadores. Portanto, a representante eleita é a única voz do pessoal do banco na instância maior de decisão coletiva.

Vote em Fabiana Uehara: digite 0002 

A Fabi ou Fabianinha, como é chamada por seus colegas do banco, tem um longo histórico de defesa do banco 100% público e dos direitos das empregadas e dos empregados, com atuação pela Caixa sustentável e focada no desenvolvimento do país, além da melhoria das condições de trabalho. Em reiteradas ocasiões, Fabianinha demonstrou experiência de organização e coordenação da luta contra os ataques ao banco público/social e pelos direitos das empregadas e dos empregados.

Principais propostas da candidata para o CA 

– Lutar pela alteração do atual estatuto do banco, que permitiu o fatiamento e venda de partes da Caixa e limita direitos das empregadas e dos empregados, como na restrição para o custeio do Saúde Caixa.

– Atuar no CA em sintonia com as reivindicações das empregadas e dos empregados, na busca por melhores condições de trabalho.

– Cobrar o resultado das apurações das denúncias de assédio por parte de ex-dirigentes.

– Trabalhar em conjunto com as entidades representativas pela adoção de uma política de combate aos assédios moral/sexual e demais formas de violência organizacional.

– Garantir a efetiva transparência na gestão da empresa.

– Atuar para fortalecer cada vez mais a Caixa, com apoio para a mobilização pela reincorporação das subsidiárias, pela manutenção da exclusividade na administração das loterias e pela exclusividade da manutenção do penhor.

– Pautar a política de remuneração da Caixa, defendendo a participação das empregadas e dos empregados na definição de programas como o Bônus Caixa, comissões pela venda de produtos etc.

– Cobrar a resolução das “pendências” deixadas pelas gestões anteriores, causadas, por exemplo, pelos processos de reestruturação.

FONTE: FENAE

Veja outras notícias

Cassi: diretores e conselheiros eleitos tomam posse

Com a oficialização da posse de grupo formado por funcionários da ativa e aposentados do BB, cerimônia reforça representação de associados e associadas na gestão da entidade Os novos eleitos da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil (Cassi) tomaram...