Notícias

MOVIMENTO SINDICAL INTENSIFICA LUTA POR MAIS EMPREGOS NA CAIXA

Sobrecarga de trabalho faz parte da rotina nas agências 

 


A Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa) e a Contraf-CUT realizam, no dia 6 de agosto, o Dia Nacional de Luta por Contratação Urgente. A falta de empregados é uma realidade em todas as unidades do banco. O problema é antigo e, em 2015, foi agravado pela realização de mais um Plano de Apoio à Aposentadoria (PAA).


Os números confirmam. No ano passado, a marca dos 101 mil trabalhadores foi superada. Já no último dia 30 de junho, o banco informou, por meio do Diário Oficial da União, que o quadro de pessoal conta atualmente com 97.975 providos. Ou seja, o número de empregados diminuiu consideravelmente nos últimos meses.

As primeiras orientações começaram a ser divulgadas nesta quarta-feira (8) para todas as entidades representativas da categoria. A ideia é realizar uma grande mobilização nas mais de quatro mil agências do banco e nas redes sociais, a exemplo do que ocorreu na vitoriosa campanha pela manutenção da Caixa 100% pública.

"Com a ajuda das entidades de todo o Brasil, vamos mobilizar os trabalhadores, envolvendo também os milhares de concursados que aguardam convocação e a sociedade. Afinal, todos são afetados pela falta de pessoal na Caixa. Os atuais empregados sofrem com sobrecarga e adoecimento, entre outros. Já os que estudaram para o concurso, a cada dia, perdem um pouco da esperança de serem chamados. E a sociedade é obrigada a enfrentar filas e outros problemas nas unidades", diz Fabiana Matheus, coordenadora da CEE/Caixa-Contraf/CUT.

Nas unidades, a sugestão da Comissão Executiva é para que federações, sindicatos e Apcefs, de acordo com cada perfil de atuação, organizem as ações. Cartazes com a logo da campanha "Mais Empregados para a Caixa, Mais Caixa para o Brasil" serão encaminhados para as mais de quatro mil agências. No dia 6 de agosto, de acordo com as orientações divulgadas, empregados, sozinhos ou em grupo, devem postar fotos nas redes sociais segurando o cartaz e usando a hashtag #MaisEmpregadosJá. As imagens também podem ser enviadas para as entidades representativas e para o e-mail maisempregadosja@fenae.org.br.

"Essa é uma demanda que precisa ser atendida urgentemente pela Caixa. Com a realização do Plano de Apoio à Aposentadoria (PAA), cerca de três mil empregados deixaram o banco. É inadmissível que a Caixa ao menos não reponha esses trabalhadores que saíram", destaca o presidente da Fenae, Jair Pedro Ferreira.

No site www.fenae.org.br/maisempregadosja, serão disponibilizadas as artes do Dia Nacional de Luta por Contratação Urgente na Caixa, para que entidades e empregados possam imprimir mais unidades do cartaz e produzir materiais como camisetas, faixas e adesivos, por exemplo. Textos base de uma Carta Aberta à População e de um abaixo-assinado, assim como todas as orientações da CEE/Caixa-Contraf/CUT, também estarão no endereço eletrônico.

"O empenho de cada um será fundamental para conquistarmos essa vitória. Nós mostramos a força da categoria na campanha contra a abertura de capital da empresa. No dia 6 de agosto, vamos fazer história mais uma vez", afirma Fabiana Matheus. Dionísio Reis, diretor do Sindicato dos Bancários de São Paulo, acrescenta: "A Caixa é um banco com forte papel social, que opera políticas públicas importantes para o Brasil, como o Bolsa Família, o Fies e o Minha Casa, Minha Vida. Aumentar o quadro é valorizar os empregados e essa vocação do banco".

*Fenae

 

Veja outras notícias

Funcef: Empregados têm proposta e querem apresentar

Ampla maioria dos participantes rejeita proposta apresentada pela Caixa e pela Funcef e quer participar da construção de uma nova opção que não reduza seus direitos A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), juntamente com a Federação...