Notícias

NEGOCIAÇÕES ESPECÍFICAS COM O BANRISUL COMEÇAM NO DIA 09

Os banrisulenses já se preparam para o início das negociações específicas com a direção do banco. A primeira rodada de negociação foi agendada para o dia 09 de setembro, sexta-feira, às 10h, na Direção Geral. A entrega da pauta de reivindicações dos funcionários foi entregue ao presidente do Banrisul, Túlio Zamin, na última quinta-feira, dia 1º de setembro.

Em 2010, os banrisulenses tiveram grande participação na greve geral da categoria, levando a direção do banco à mesa de negociação. Graças à mobilização foi possível garantir alguns avanços na pauta específica, entre eles a criação de uma comissão paritária para discussão e elaboração do novo quadro de carreira da instituição. A atualização do plano de carreira era uma antiga demanda dos trabalhadores do banco, porque restringia as perspectivas de ascensão profissional no Banrisul.
A pauta de reivindicações específicas entregue à diretoria foi atualizada a partir das deliberações do 19º Encontro Nacional dos Banrisulenses, realizado no dia 20 de agosto, em Porto Alegre. Além das questões relacionadas à remuneração, os banrisulenses querem discutir a política de metas imposta pelo banco, com revisão dos critérios da remuneração variável e extensão do benefício a todo o quadro.

A necessidade de aumentar o piso será outra prioridade para as negociações específicas deste ano. Os funcionários também querem receber as diferenças de 5,5% perdidas em relação às negociações da Fenaban; a criação de uma comissão específica para discutir, avaliar e indicar propostas para a crise financeira do Plano 1 da Fundação Banrisul; isonomia de direitos para afastados em tratamento de saúde e redefinição dos prazos para finalização da proposta de Plano de Carreira no Banrisul.

"Temos boas perspectivas para a negociação com a direção do banco. O presidente do Banrisul já destacou no Encontro Nacional dos Banrisulenses, que a instituição está aberta ao diálogo. Esperamos que esta abertura seja efetiva nas negociações específicas da nossa pauta. Há muito o quê avançar para compensar os diversos anos de estagnação e descaso que enfrentamos", analisa a diretora da Fetrafi-RS, Denise Corrêa.

Para o diretor da Fetrafi-RS, Carlos Augusto Rocha a mobilização de todo o quadro é essencial para atingir os objetivos coletivos. "Cabe lembrar, que foi graças a esta mobilização que foi possível reabrir as negociações no ano passado. Os banrisulenses devem dar a sua contribuição para a Campanha Nacional Unificada com ênfase para suas questões específicas", afirma Rocha.

*Imprensa Fetrafi-RS

 

Veja outras notícias

Cassi: diretores e conselheiros eleitos tomam posse

Com a oficialização da posse de grupo formado por funcionários da ativa e aposentados do BB, cerimônia reforça representação de associados e associadas na gestão da entidade Os novos eleitos da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil (Cassi) tomaram...