Notícias

REUNIÃO GT SAÚDE DA CAIXA NESTA SEXTA DISCUTIRÁ SUPERÁVIT DOS PLANOS DE SAÚDE

 
"" Empregados querem transparência no debate sobre utilização do superávit

Nesta sexta-feira (15), das 10h às 17h, no Edifício Matriz II, em Brasília (DF), os representantes dos empregados e a Caixa Econômica Federal retomam reunião do GT Saúde Caixa. O propósito é o de finalizar o debate sobre a proposta de utilização do superávit acumulado do plano de saúde. A negociação sobre o tema representa uma das mais importantes conquistas da campanha salarial 2014 e da mesa permanente, graças à mobilização e luta do movimento nacional dos empregados.

Para Fabiana Matheus, coordenadora da Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa – Contraf/CUT), "há a expectativa de que a Caixa venha com boa vontade para que seja finalizado esse processo que está sendo prorrogado desde 15 de dezembro do ano passado". Ela garante que o grande responsável por essa indefinição é o gestor do Saúde Caixa, Emerson Martins Garcia, que mantém a postura intransigente de sonegar informações, mesmo após isso ter sido negociado em mesa. E questiona: "Por que tanto medo de compartilhar os dados?".

Segundo Plínio Pavão, um dos membros do GT, o fato de os dados repassados pelo gestor estarem sempre incompletos tem dificultado o trabalho do grupo. "Mas vamos para a reunião dispostos a fechar uma metodologia", afirma.

Para Fabiana Matheus, que também é diretora de Administração e Finanças da Fenae, o próximo passo é definir como serão utilizados os superávits correntes do Saúde Caixa. "Tendo uma perspectiva mais segura desses valores ano a ano, analisando a série histórica, poderemos planejar o fortalecimento do nosso plano de saúde. Por isso, é essencial a disponibilização imediata e transparente dos dados. Temos responsabilidade com o Saúde Caixa, contamos com duas assessorias atuariais e especializadas, não podemos fazer planejamento baseado em números incompletos", diz.

Representantes dos empregados no GT Saúde

O GT Saúde tem composição paritária. Nesse fórum, os representantes dos empregados são Plínio Pavão (Contraf/CUT), Jailson Bueno Prodes (Seeb de Porto Alegre), Sérgio Wilson Lima de Amorim (Seeb/RJ) e Laura Augusta Gatti Vitral (Fenacef e Apea/SP).

Fonte: Fenae

Veja outras notícias

Funcef: Empregados têm proposta e querem apresentar

Ampla maioria dos participantes rejeita proposta apresentada pela Caixa e pela Funcef e quer participar da construção de uma nova opção que não reduza seus direitos A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), juntamente com a Federação...