Notícias

SINDICATO “ENTRA EM CAMPO” E DEMISSÃO DE BANCÁRIA DO BRADESCO É CANCELADA

Trabalhadora do Bradesco foi demitida por justa causa durante tratamento médico e sequer foi comunicada do seu desligamento; após atuação do Sindicato, banco cancelou a demissão

""

 

Quando o Sindicato “entra em campo”, o jogo vira a favor do bancário. Após atuação da entidade, a demissão de uma bancária do Bradesco, desligada durante tratamento médico, que sequer foi comunicada do desligamento, foi cancelada.  

 

“A demissão foi feita de forma tão absurda que a bancária nem sequer foi comunicada do seu desligamento. Só percebeu quando viu na sua conta corrente um valor referente às verbas rescisórias”, comenta o dirigente do Sindicato e bancário do Bradesco, Luiz Carlos Costa.

De acordo com o dirigente, a demissão da bancária foi completamente arbitrária desde a sua fundamentação até a forma como foi concretizada.“A trabalhadora está em tratamento médico de tendinite e bursite, doenças diretamente relacionadas com o trabalho bancário. O profissional que a acompanha não a liberou para retorno ao trabalho e o banco, mesmo assim, sem comunicá-la, a demitiu por justa causa alegando abandono de emprego. Erraram no motivo da demissão e erraram novamente na forma como foi feita”

Segundo Luiz, os problemas de comunicação não foram de responsabilidade da bancária. “Ela atualizou seu endereço pelo sistema da agência, ao qual tem acesso. Porém, o banco alega que mandou a documentação para o endereço cadastrado no SAP, sistema ao qual a bancária não tem acesso”, explica. 

Cerca de uma semana após o Sindicato entrar em contato com o banco, apontando a fragilidade da demissão e cobrando sua reversão, a área de Recursos Humanos do Bradesco informou à entidade o cancelamento do desligamento da bancária.

“Esse caso, mais uma vez, mostra a importância da relação de confiança e parceria entre Sindicato e bancários. Juntos somos sempre mais fortes”, conclui Luiz Carlos Costa.

 

FONTE: SP BANCÁRIOS

Veja outras notícias

Prévia do PIB encolhe 0,15% em agosto, indica Banco Central

Variação negativa do IBC-Br interrompe a série de altas e mostra atividade econômica novamente abaixo do período pré-pandemia O IBC-Br (Índice de Atividade Econômica), conhecido por sinalizar uma prévia do PIB (Produto Interno Bruto), encolheu 0,15% em agosto, na...

Links Úteis

DIEESE

APCEF

FBSS

CONCAF

PREVI

FENAE

FUNCEF

CASSI

FETRAFI

ÍNDICES

%d blogueiros gostam disto: