Notícias

BRADESCO LUCRA R$ 1,723 BILHÃO NO 1º TRIMESTRE. CARTEIRA DE CRÉDITO CRESCE 26,5%

 

SÃO PAULO – O banco Bradesco registrou um lucro líquido de R$ 1,723 bilhão no primeiro trimestre deste ano. Em nota, o Bradesco afirmou que, quanto à origem, o resultado é composto por R$ 1,073 bilhão provenientes de atividades financeiras, correspondendo a 62% do total, e por R$ 650 milhões gerados pelas atividades do Grupo Bradesco de Seguros e Previdência, representando 38% do total.

A carteira de crédito (conceito ampliado, que inclui avais, finanças, valores a receber com cartões de crédito – compras parceladas e à vista – e cessão de crédito – FIDC) atingiu R$ 214,291 bilhões nos três primeiros meses deste ano, o que representa uma evolução de 26,5% em relação a igual período do ano anterior. As operações com pessoas físicas totalizaram R$ 73,630 bilhões (crescimento de 18,3%), enquanto as operações com pessoas jurídicas atingiram R$ 140,661 bilhões (crescimento de 31,2%).

Inadimplência

O índice de inadimplência do Bradesco no primeiro trimestre deste ano ficou em 4,3%, acima dos 3,6% registrados no trimestre anterior e dos 3,5% apresentados no mesmo período de 2008. O indicador leva em conta os atrasos superiores a 90 dias.

O banco atribuiu essa elevação à atual crise econômica, que reduziu o crescimento da carteira de crédito e elevou as operações em atraso. "Trabalhamos com um cenário de pequeno crescimento desse índice para os próximos dois trimestres, estabilizando-se até o fim do ano", afirma, em nota.

A elevação da inadimplência ocorreu em todos os segmentos de clientes do banco. Entre as pessoas físicas, os atrasos acima de 90 dias eram equivalentes a 7,6% desta carteira, 0,9 ponto porcentual acima do registrado no quarto trimestre do ano passado e 1,2 superior ao apresentado entre janeiro e março de 2008.

Já para as grandes empresas, a taxa de inadimplência passou de 0,3% no primeiro trimestre do ano passado para 0,8% no mesmo período de 2009. No quarto trimestre do ano passado, esses atrasos eram de 0,5% da carteira desse grupo de empresas. Nas pequenas e médias empresas, a taxa de inadimplência no primeiro trimestre de 2009 ficou em 3,6%, ante 2,7% do quarto trimestre e 2,5% do mesmo período de 2008.

Para lidar com o crescimento da inadimplência, o Bradesco elevou o estoque da Provisão para Devedores Duvidosos (PDD). Essa reserva chegou em março a R$ 11,424 bilhões ao fim de março deste ano, valor 11,3% superior ao registrado em dezembro do ano passado e 41% acima do estoque apresentado no mesmo mês de 2008.

 

Fonte: Agência Estado

Veja outras notícias

Bancários organizam Dia Nacional de Luta Menos Metas Mais Saúde

Categoria realizará manifestações nas ruas e nas redes sociais para reivindicar o fim de cobrança excessiva de metas O movimento sindical bancário organiza, em todo o país, ações para o "Dia Nacional de Luta #MenosMetasMaisSaúde", para o dia 24 de julho. O objetivo é...

COE Bradesco entrega minuta de reivindicações dos bancários

Documento aborda temas cruciais como a manutenção dos empregos, segurança das agências e contratação da remuneração total dos trabalhadores A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco entregou, na manhã desta sexta-feira (19), a minuta de reivindicações...