Notícias

GREVE DOS EMPREGADOS GARANTE MANUTENÇÃO DA PLR SOCIAL NA CAIXA

A manutenção da PLR Social dos empregados da Caixa Econômica Federal foi uma vitória da greve da categoria. Conquista da Campanha Nacional do ano passado, a remuneração estava ameaçada pela política de corte de gastos do governo federal.

A regra prevê a distribuição de 4% do lucro líquido de forma linear para todos os empregados – além da regra básica (90% do salário mais R$ 1.400, com teto de R$ 7.827,29) e parcela adicional (2% do lucro líquido distribuídos linearmente, com teto de R$ 2.800,00) da PLR acordada com a Fenaban (veja algumas simulações na tabela acima).

Esse valor será distribuído mesmo que, somado à regra da Fenaban, seja ultrapassado o limite de 15% do lucro do banco previsto na convenção coletiva da categoria. Assim, caso a PLR acordada com a Fenaban atinja os 15%, a Caixa pode chegar a distribuir 19% do lucro líquido para seus empregados.

Fonte: Contraf-CUT

Veja outras notícias

Eleições da Funcef: Hoje começa a votação

Participantes da ativa e assistidos dos planos de previdência podem votar até sexta-feira (19), mas a orientação é não deixar para a última hora A partir desta terça-feira (16), os participantes dos planos de previdência da Funcef começam a votar para definir quem vai...