Notícias

Negociação com Banrisul avança, mas ainda há muitos pontos a serem tratados

Negociação entre a direção do banco e o Comando Nacional dos Banrisulenses ocorreu na quinta-feira (6/7); nova rodada será nesta terça (11)

Uma nova rodada de negociação entre a direção do Banrisul e o Comando Nacional dos Banrisulenses foi realizada na última quinta-feira (6/7), onde ocorreram alguns avanços, mas ainda não contemplando todas as reivindicações dos trabalhadores.

Os membros do Comando haviam avaliado a nova versão da proposta do banco e colocaram em pauta na reunião os pontos com os quais discordavam. Os negociadores do Banrisul pediram um tempo para conversarem internamente e, após, concordaram em excluir o termo “doença ocupacional” da cláusula que trata do pagamento da PPR para as pessoas afastadas por motivo de saúde.

A reivindicação do Comando se embasa na constatação de que cerca de 80% das doenças que atingem os trabalhadores são causadas pelo trabalho. Raquel de Oliveira Gil, diretora da Fetrafi-RS, indagou os representantes do Banrisul sobre como foi feito o último cálculo da PPR para funcionários licenciados. A resposta foi “100% de acordo com a função”.

A mudança no prazo de pagamento da PPR também foi questionada pelo Comando, reivindicação aceita pelo Banco, que decidiu manter a data original. Em relação ao percentual mínimo da ROAE para acionar a PPR (14% proposto pelo Banco), o Comando sugeriu que seja calculado 70% sobre 11%. “Assim fica mais próximo da realidade do Banco”, argumentou Raquel.

A reunião também tratou da situação dos Operadores de Negócios (ONs). “Seguimos entendendo que é preciso criar mecanismos motivacionais para os ONs, algo que mostre que o Banrisul está olhando para esse pessoal”, enfatizou Luciano Fetzner, presidente do SindBancários Porto Alegre e Região. Ana Betim, diretora da Fetrafi-RS, lembrou que “é o setor dos ONs que mantém as agências”.

Raquel Gil disse que espera avançar de forma mais efetiva no próximo encontro, agendado para esta terça-feira (11), às 16h, na sede da Fetrafi-RS. “Esperamos que o Banco nos traga respostas mais concretas, que realmente apontem para um avanço significativo no acordo e possamos levar em breve uma boa proposta para a base avaliar”, ressaltou a dirigente.

Fonte: Fetrafi-RS

Veja outras notícias

Cassi: diretores e conselheiros eleitos tomam posse

Com a oficialização da posse de grupo formado por funcionários da ativa e aposentados do BB, cerimônia reforça representação de associados e associadas na gestão da entidade Os novos eleitos da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil (Cassi) tomaram...