Notícias

Reforma tributária: Inscrições abertas para 2º módulo do curso

Formação, que será realizada no dia 6 de junho, vai avançar para projetos em tramitação no Congresso Nacional e as propostas alternativas, que propõem formas progressivas de tributação, para que aqueles que ganham mais paguem mais e os que ganham menos paguem menos

Estão abertas as inscrições para o segundo módulo do Curso de Formação sobre Reforma Tributária promovido pela Secretaria de Formação da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), em parceria com o Instituto Justiça Fiscal (IJF), que acontecerá no dia 6 de junho, das 15h às 17h.

A participação é gratuita e aberta a todos os dirigentes, mesmo que não tenha participado do primeiro módulo, mas as vagas são limitadas. Os interessados devem entrar em contato com sua entidade sindical para que esta faça a inscrição junto à Secretaria-Geral da Contraf-CUT, conforme explicado no comunicado enviado às entidades.“O primeiro módulo foi um sucesso! Apesar de o tema ser complexo, quem participou da primeira etapa consegue explicar facilmente em sua base o que está em jogo com a reforma tributária e quais artifícios são utilizados pelos sonegadores para não pagar os devidos impostos”, disse o secretário de Formação da Contraf-CUT, Rafael Zanon.

Segundo módulo

“Nesta segunda etapa, vamos entrar no debate sobre os projetos em tramitação no Congresso Nacional e as propostas alternativas, que propõem formas progressivas de tributação, para que quem ganha mais pague mais e quem ganha menos pague menos, além de mudar a prioridade da base de tributação (de onde o imposto é cobrado)”, informou Zanon, ao explicar que hoje a maior parte da arrecadação vem do consumo e, para que haja maior justiça fiscal, as propostas alternativas propõem que a prioridade da tributação seja sobre a renda e a riqueza.

“O debate sobre a questão tributária é fundamental para os trabalhadores e para o país como um todo. Precisamos discutir a fundo esta questão, para deixar claro que o pagamento de impostos é necessário para que o Estado possa cumprir sua obrigação de oferecer serviços essenciais para a população, como educação, saúde, moradia, transporte, iluminação pública, estradas e tantos outros”, disse o secretário de Formação da Contraf-CUT.

Conteúdo

Módulo 2:
6 de junho de 2023, das 15h às 17h.

  • Debate sobre projetos de reforma tributária em curso e projetos alternativos;
  • Diagnóstico sobre a conjuntura política para o avanço de propostas progressivas de tributação;
  • Proposta do novo arcabouço fiscal.

FONTE: CONTRAF

Veja outras notícias

Santander ouve demandas dos empregados do RS

Representantes dos trabalhadores e do banco se reuniram nessa quarta-feira (10/4) Nesta quarta-feira, 10 de abril, dirigentes sindicais e empregados do Santander de todo o estado estiveram reunidos com representantes do banco na sede da Fetrafi-RS, em Porto Alegre. Os...

Funcef precisa de diretoria e conselheiros capacitados

Votação já começa na próxima semana; conheça bem os candidatos Nos últimos anos, a Funcef e os participantes de seus planos têm enfrentado inúmeras dificuldades e ataques, com projetos de lei e resoluções de órgãos de controle que reduzem as responsabilidades das...