Notícias

Santander: Trabalhadores protestam por saúde, segurança e contra metas abusivas

Diretores do Sindicato dos Bancários da Bahia e da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe entregam ofício com reivindicações ao presidente nacional do banco, Mário Leão

Trabalhadores do movimento sindical da Bahia e Sergipe entregaram, nesta quinta-feira (13), um ofício ao presidente nacional do banco Santander, Mário Leão, com reivindicações sobre saúde, metas abusivas, segurança e fechamento de agências.

Em nota publicada no site do Sindicato dos Bancários da Bahia (Seeb-BA), os talhadores disseram que esperaram por horas para que Leão recebesse o ofício. “O representante do banco atendeu os diretores de forma rápida, sem dar muita importância para as demandas apresentadas. Lamentavelmente”, destacaram. Antes de Leão, os funcionários tentaram, sem sucesso, entregar o ofício para a presidente mundial do Santander, Ana Botín.

Os trabalhadores da Bahia e Sergipe realizaram ainda um protesto na agência Thomé de Souza, na avenida ACM, em Salvador, contra a mudança do plano de saúde, de Sulamérica para Unimed, que apresenta deficiência e não atende às necessidades dos bancários.

Os bancários também denunciam o estabelecimento de metas elevadas, fechamento de agência em várias regiões do país que geram preocupação, principalmente, em relação à manutenção dos empregos e às terceirizações, além de insegurança nas unidades. “A agência Thomé de Souza, por exemplo, funciona sem porta giratória nem vigilância. Por conta da presença do presidente do banco, nesta quinta-feira (13/04), o local contou com a presença de vigilante armado. Ou seja, enquanto o alto escalão é priorizado, os funcionários e clientes são negligenciados”, destacaram.

“Os problemas enfrentados pelos trabalhadores da Bahia são os mesmos enfrentados por colegas em várias partes do país. Nós apoiamos a iniciativa do ofício e do protesto que realizaram, após inúmeras tentativas de resolver os problemas do plano de saúde no estado sem solução até o momento. Seguiremos protestando até que o banco entenda que saúde é o bem mais valioso que temos”, pontuou a funcionária e coordenadora da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do banco, Lucimara Malaquias.

A seguir, o ofício entregue ao presidente Mário Leão:

Veja outras notícias

Eleições da Funcef: Hoje começa a votação

Participantes da ativa e assistidos dos planos de previdência podem votar até sexta-feira (19), mas a orientação é não deixar para a última hora A partir desta terça-feira (16), os participantes dos planos de previdência da Funcef começam a votar para definir quem vai...