Notícias

SURPRESA COM LUCRO DE BANCOS

Instituições americanas contabilizam resultado acima do esperado pelo mercado no segundo trimestreAté há poucos meses apontados como responsáveis pelo início da crise financeira global, bancos americanos apresentam balanços trimestrais com resultados surpreendentes.

Com os resultados já na rua, JP Morgan e Goldman Sachs mostraram capacidade de registrar lucratividade expressiva em tempos de crise.

– Há falta de crédito no mercado. Assim, ambos aproveitaram uma oportunidade para quem aceita tomar riscos. E, numa hora dessas, os spreads (lucro dos bancos em empréstimos) se tornam mais apetitosos – afirma Mauro Cunha, sócio da Mauá Investimentos.

Lucro líquido 36% maior no segundo trimestre sobre igual período do ano passado foi divulgado ontem pelo JP Morgan, terceiro maior banco do país no ranking da revista Fortune. No meio da semana, o Goldman Sachs já havia causado surpresa ao registrar salto de 65% na lucratividade no segundo trimestre, na mesma comparação.

Cunha lembra, entretanto, que o pacote de socorro do governo dos EUA para o sistema financeiro foi fundamental para o bom resultado colhido nesta safra de balanços:

– A ajuda fez a diferença. Sozinhos, não teriam conseguido.

Depois de ter recebido reforço governamental de US$ 10 bilhões, o Goldman Sachs anunciou que, com o bom desempenho, já pagou a dívida.

– Os resultados representam mais um sinal de recuperação, da saída do fundo do poço – diz Waldemir Bulla, sócio da Protiviti Brasil, consultoria de auditoria e gerenciamento de riscos.

A divulgação da contabilidade dos últimos três meses recém começou e pode trazer novas alegrias para o mercado, entendem analistas. Os dois balanços ajudaram as bolsas de valores americanas a manterem o ritmo de recuperação. No entanto, a cautela é uma frequência ainda sintonizada frente à situação do CIT Group. Banco de porte médio dos EUA, tentou ajuda do governo para evitar a falência, mas não obteve resposta positiva.

  
Fonte: Zero Hora

Veja outras notícias

Advogada alerta para regras de transição

Após a Reforma da Previdenciária de 2019, que à época retirou direitos fundamentais de mais de 100 milhões de brasileiros(as, quem já estava no mercado de trabalho e perto de se aposentar pode utilizar uma das quatro Regras de Transição para se aposentar, como explica...

Funcef ataca democracia ao descumprir edital de eleição

Decisão temerária e sem transparência para reabrir inscrições de candidatos macula o processo A Fundação dos Economiários Federais (Funcef), que administra os fundos de previdência das empregadas e empregados da Caixa Econômica Federal, sem apresentar qualquer...

COE Santander conquista avanços para os Gerentes Empresas

Processo de negociação sobre Multicanalidade Santander ainda vai continuar para beneficiar todos os trabalhadores da rede de agências A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander saiu da reunião com a direção do banco, nesta quinta-feira (22), com...