Notícias

UNI FINANCAS PEDE AO HSBC QUE ABRA DIALOGO COM OS TRABALHADORES

 
A UNI Finanças, da qual a Contraf-CUT é filiada, enviou carta ao presidente mundial do HSBC, Stuart Gulliver, solicitando a abertura de diálogo com os sindicatos para tratar do anúncio feito pelo banco de que estaria em processo de reestruturação e demitiria 50 mil trabalhadores, em diversos países.

Também foi enviada carta para o Bank of England (Banco Central inglês) pedindo que a direção do banco intervenha para que o HSBC abra o diálogo com os trabalhadores. Segundo o anúncio feito pelo HSBC, oito mil trabalhadores seriam demitidos no Reino Unido.

Braço para o setor financeiro da UNI Sindicato Global, entidade que representa cerca de 900 sindicatos e 20 milhões de trabalhadores do setor de serviços em todo mundo, a UNI Finanças é chefiada pelo brasileiro Marcio Monzan

Fonte: Contraf-CUT

Veja outras notícias

Bancários organizam Dia Nacional de Luta Menos Metas Mais Saúde

Categoria realizará manifestações nas ruas e nas redes sociais para reivindicar o fim de cobrança excessiva de metas O movimento sindical bancário organiza, em todo o país, ações para o "Dia Nacional de Luta #MenosMetasMaisSaúde", para o dia 24 de julho. O objetivo é...

COE Bradesco entrega minuta de reivindicações dos bancários

Documento aborda temas cruciais como a manutenção dos empregos, segurança das agências e contratação da remuneração total dos trabalhadores A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco entregou, na manhã desta sexta-feira (19), a minuta de reivindicações...